O que é ser ágil?

Muitas pessoas com quem eu converso sempre falam que as empresas cobram agilidade na entrega de novas soluções, agilidade na resposta a um incidente ou problema. Agilidade é uma palavra da moda, mas o que de fato precisamos fazer para sermos ágeis?

Fato é que muitas empresas adotaram metodologias ágeis, como o Scrum por exemplo, e com isso a palavra agilidade (ou ágil) se tornou algo corriqueiro dentro das empresas.

Vejamos alguns exemplo:

  • Para ser ágil, precisamos subistituir o controle de atividades atual por um quadro kanban? Não.
  • Para ser ágil, precisamos adotar o modelo Scrum? Não.
  • Para ser ágil, precisamos realizar todas as cerimônias que o modelo Scrum determina? Se formos usar Scrum, isso é importante.
  • Encher as paredes de postities coloridos, cada um com uma atividade a ser realizada e que em muitas vezes não entrega valor ao negócio? Não.

Será então que ser ágil, é sair da zona de conforto e buscar fazer as coisas de uma forma diferente? Talvez isso seja a saída!

Scrum por exemplo é uma metodologia ágil que nasceu praticamente para ajudar no desenvolvimento de software, e é lógico que podemos utilizar as suas técnicas a sua metodologia em outras áreas que não seja o desenvolvimento de software, como o próprio criador do Scrum “Jeff Sutherland” relata em seu livro “Arte de Fazer o Dobro do Trabalho na Metade do Tempo”.

Entretanto, para usar o Scrum em outras áreas que não seja o desenvolvimento de software é necessário que ele sofra algumas adaptações, principalmente mudar a cultura e a forma de agir das pessoas. É muito mais fácil você implementar Scrum em um time de desenvolvimento de software do que em outras áreas da empresa.

Isso ocorre pelo fato de ser algo que muda muito a forma de como as pessoas trabalham. É algo novo e que precisa ser muito bem demonstrado o valor e o potencial que a metodologia possui para que as pessoas entendam e começem a utilizá-lo.

O uso do scrum no desenvolvimento de software já exige alguns desafios, como por exemplo deixar com que o time auto-organizado defina a melhor forma de entregar valor. Isso em algumas organizações é algo inaceitável.

Antes de tentar usar uma metodologia ágil em sua equipe primeiro mude a cultura; segundo implemente a metodologia com o apoio de uma ferramenta, para que seja fácil a mediação.

Outro ponto importante, que considero fundamental é: “leia os livros escritos pelos criadores do Scrum”. Um bom livro é o “Scrum a arte de fazer o dobro pela metade do tempo”. Este livro é excelente, inclusive ensina técnicas que podem ser aplicadas em diversas áreas, inclusive tem um Caso de Uso bem interessante que conta como o método foi adotado em uma escola e como isso melhorou o entendimento dos alunos em relação a uma determinada disciplina.

Crédito da imagem: https://www.gomarketingschool.com.br/noticias/o-melhor-guia-para-implementar-o-gerenciamento-agil-de-projetos-e-scrum/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: