Conversando sobre a adoção de Cloud Computing

cloud Gestão GovernançaLeave a Comment on Conversando sobre a adoção de Cloud Computing

Conversando sobre a adoção de Cloud Computing

No último dia 19 de Fevereiro, tive a oportunidade de compartilhar experiências sobre a adoção de Cloud Computing. O valor dessa experiência foi muito alto, pois os problemas que as empresas passam para adotar Cloud no Brasil, são muito parecidos.

Essa troca de experiências ocorreu no escritório da Tivit, na unidade de Alphaville, atendendo a um pedido do Daniel Galante e do Marcos Rodrigues.

Conversa sobre Cloud
Conversando sobre Adoção de Cloud

É interessante essa troca de experiências, pois permite que você entenda se as ações que estão sendo realizadas em sua empresa fazem sentido e se estão em linha com o que as demais empresas também estão praticando.

Durante este encontro, pude comprovar que as principais dificuldades que as empresas passam estão relacionados a uma questão cultural e também ao aspecto de governança em Cloud.

Questões culturais são complexas de serem resolvidas, pois estamos falando basicamente de sentimentos e modelos mentais estabelecidos nas pessoas e que precisam ser alterados. Para sanar estas questões, entendo que é necessária uma boa comunicação e essa comunicação, deve ser clara e objetiva, porém deve ser feita de uma forma que todas as pessoas (isso inclui todos os níveis hierárquicos) da empresa consigam compreender.

Já as questões relacionadas à governança, precisam de um planejamento e de ações curtas para serem resolvidas o mais rápido possível. Abaixo apresento alguns pontos de governança e que entendo que podem ser endereçadas:

  • Processos: não leve seus processos engessados, que estão definidos para a infraestrutura local para a Cloud, com certeza não irão funcionar. Defina novos processos! “Mas eu uso ITIL?” OK, verifique a documentação do seu provedor de Cloud, as principais empresas possuem direcionadores que facilitam a criação destes processos em Cloud, sem atrapalhar no uso do ITIL;
  • Modelo de trabalho: defina a forma de como a equipe que irá trabalhar com a Cloud irá atuar. Se possível, utilize algum framework ágil para isso, ou então, crie o seu modelo de trabalho, desde que ele seja enxuto e traga resultados rápidos. O modelo de trabalho deve propor colher resultados de forma rápida;
  • Segurança: é mais fácil fazer segurança em cloud do que no modelo de infraestrutura local (On Premise). A AWS, por exemplo possui mais de 240 itens como certificações, acreditações e serviços de segurança disponíveis. Além, disso os provedores de cloud possuem equipes de engenheiros dedicadas ao tema de segurança 24 horas por dia 7 dias por semana (talvez você não tenha uma equipe dedicada a este tema, como os provedores possuem). Entretanto, é necessário definir políticas e aplicá-las na criação de cada componente que for utilizado em Cloud. Isso evita por exemplo, que um S3 fique disponível de forma pública e talvez com informações sensíveis;
  • Análise de Custos (Financeira): a gestão de custos em Cloud é um tema extremamente importante. Então, dê metas e autonomia ao time. Isso facilita a gestão dos custos e também facilita a compreensão de todos do time;
  • Automatize: Não faça nada de cloud de forma manual. Se você não quiser usar uma ferramenta para cada provedor de Cloud, utilize a ferramenta de automação que cada provedor de cloud disponibiliza. Se você não automatizar, provavelmente não terá padrão na criação dos serviços além da possibilidade de ter brechas de segurança.

O meu entendimento final, e que saio após esta conversa é que muitas empresas no Brasil, possuem dificuldades para a adoção de Cloud e não sabem por onde devem começar e como devem se organizar.

Quer conversar mais sobre este tema, entre em contato br@brunorusso.com.br

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back To Top